Novelas

Novela Sonho Meu

21:51

 

O sucesso foi tanto que foi uma das novelas mais cotadas para reprise no "Vale a Pena Ver de Novo".

Sonho Meu é uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 1993 e 1994, com 197 capítulos e escrita por Marcílio Moraes. A abertura tinha como protagonista na época com a pequena Carolina Pavanelli fazendo desenhos inspirados no universo infantil. O tema da abertura "Querer É Poder", era cantado por Xuxa e José Augusto. Foi uma das raras novelas da Rede Globo a não se passar no Rio de Janeiro ou em São Paulo. A trama era passada na cidade de Curitiba, utilizando abundantemente os pontos turísticos da cidade como locações. E não podemos deixar de destacar o bordão de Giácomo Madureira, personagem de Eri Johnson: "Fui!". Também aos atores personagens Lucas e Claudia, vividos pelos atores Leonardo Vieira e Patrícia França.

E, por onde anda Carolina Pavanelli, a intérprete da Laleska?




Pois é, ela cresceu. De acordo com Carolina, 23 anos, o principal motivo para seu afastamento da carreira artística foi os estudos, mas, além disso, ela admite que os papéis começaram a ficar mais difíceis.

"Entrei naquela fase em que você não é criança nem adolescente e acaba ficando sem identidade. Os papéis ficam difíceis. Também fui para um colégio mais forte e não consegui conciliar o trabalho e os estudos. Quis me dedicar. Gosto de estudar e ler muito. Sempre fui meio nerd".

Enquanto a carreira de atriz não engrena, a jovem continua voltada para os estudos. Ela contou que planeja cursar mestrado de cinema na UFF ou na Universidade de São Paulo (USP) e já está desenvolvendo seu projeto de apresentação, uma análise da importância das latinas no cinema americano.

Mesmo depois de tanto sucesso na infância - ela ganhou os prêmios de revelação do ano de 1993 e destaque do ano de 1994 no "Domingão do Faustão" - Carolina garante que a fama não mudou nada em sua vida. Ela diz que fazer novela era um sonho desde seus quatro anos e ela encarava o trabalho como uma brincadeira.

"Ser famosa na infância não causou nada em mim. Até hoje faço televisão porque gosto. Desde os quatro anos fazia teatrinho com os meus bichinhos de pelúcia. Na hora de gravar, levava o trabalho a sério, mas no fundo, via como uma grande brincadeira", conta Pavanelli.

Perguntada se em algum momento ficou deslumbrada por tanto reconhecimento, a carioca assegura que não e credita isso aos pais. "Nunca fui deslumbrada porque meus pais não deixaram. Quando começava a me 'sentir', eles me davam bronca e diziam: 'um dia você está por cima, outro por baixo e, depois, por cima de novo'. É uma lição que levo até hoje. Começar a carreira cedo me deu maturidade e compromisso. Não quero ser famosa, quero ser reconhecida".

Carolina Pavanelli é filha do economista Reinaldo Pavanelli e da dona de casa Suzana, e estreou na televisão em Sonho Meu, na Globo, aos seis anos de idade. Aos 10 anos, Carolina publicou o livro de histórias infantis "Sonhos de Criança", que vendeu 7.000 exemplares. Em 1997, se consagrou na novela Meu Bem Querer, na qual interpretava Bisteca, contracenando com Marília Pêra. Atualmente cursa a faculdade de cinema na Universidade Federal Fluminense.




.

You Might Also Like

10 comentário(s)

Total de visualizações de página

Seguidores