sábado, 27 de novembro de 2010

Os deuses devem estar loucos 1 e 2

Os deuses devem estar loucos é mais um dos clássicos da Sessão da Tarde, que conta a história de membros de uma simplória tribo africana que fizeram o papel de si mesmos no filme. O ator principal é N!xau, interpretando o esperto Xi ou Xixo que vê sua tribo ir à loucura por causa de um presente enviado a eles pelos deuses, ou seja, uma garrafa de Coca Cola. Xi decide ir até o fim do mundo para se livrar do presente de grego e se depara com os brancos mais doidos que já viu sem entender uma palavra do que dizem. O roteiro é inacreditavelmente original e conquistou o mundo com situações simples, mas engraçadas.


Em 1988, saiu Os deuses devem estar loucos 2, ainda com N!xau no elenco, com a missão de resgatar seus dois filhos que caíram dentro de um caminhão pipa de caçadores de elefantes. As melhores cenas são quando uma advogada de Nova Iorque e um zoologo tentam fugir de um bichinho que insiste brigar com uma bota, quando os dois filhos de Xixo fogem a todo custo de uma hiena, o pequenininho enfim se livra do bicho colocando um pedaço de pau na cabeça para tentar parecer maior que ela e com todos os louvores o final do filme, onde Xixo encontra seus filhos.


O mais interessante, tanto no primeiro como no segundo filme, um narrador dá o ar de um documentário para que você não se perca no idioma de Xixo e sua tribo. Há um terceiro filme que se passa na China, não tive a oportunidade de ver, mas segundo algumas pesquisas na Internet, os que assistiram não gostaram muito.

Não encontrei no YouTube o segundo filme dublado, mas dá pra relembrar algumas partes.



E pra não perder o costume, fui pesquisar sobre N!xau e encontrei este artigo da Patrícia Resende contando como ele foi escolhido para interpretar o Xixo.

N!xau, nascido na Namíbia, foi descoberto pelo diretor Jamie Uys, responsável pelo comando de Os Deuses Devem Estar Loucos e sua continuação de 1989. O diretor estava de passagem pela Vila San quando conheceu o ator. Para colaborar na produção, N!xau, que ainda não tinha muita noção do valor do dinheiro, pediu apenas US$ 300 de cachê. No entanto, quase nove anos depois de rodar o primeiro filme, o rapaz negociou um valor muito maior e só voltou a fazer parte do elenco de Os Deuses Devem Estar Loucos 2 por US$ 600 mil.

Na década de 90, N!xau rodou também três filmes em Hong Kong. Com o dinheiro que ganhou com sua carreira de ator, ele ajudou suas três esposas, seus filhos e tornou possível a instalação de eletricidade e água potável na região da sua casa.

Quando deixou de atuar, em 1994, N!xau passou a trabalhar como fazendeiro. Ele morreu em julho de 2003, de tuberculose, supostamente. Acredita-se que ele tinha 59 anos, embora não exista registros informando o ano de seu nascimento.


.

6 comentários:

Helaina_One disse...

Nossa... maravilhoso esse filme!!! Além de ter assistido ele na Sessão da Tarde, quando eu estudei didática na facul de Biologia a prof passou o filme.

Deu uma vontade de assistir agora... é tão engraçado que não tem como não rir! ^^

Os dois filmes são ótimos. A cena final do segundo qndo Xixo encontra os filhos quase chorei.. ^^

O terceiro filme não é bom mesmo não. Passou uma vez na Sessão da tarde e eu gravei em VHS, mas tem uma ou outra cena engraçada... eu só gravei pq achei que era tão bom qnto os 2 primeiros... =/

Será que tem em DVD????

Renato disse...

Tenho lembrança hilarias desse belo filme dos anos 80 0u 90 não me lembro rsrsr, mas valeu pela visita ao meu úmilde blog e também estou tomando gosto pelos anos 80 e 90 Rsrsrs, e viva os anos 80 e 90!!!

fabiana viana disse...

nossa eu adoro este filme mi lembro dele a minha filha de 6 anos amau assistir o filme di xixau

fabiana viana ribeiro silva disse...

minha filha maria julia de 6 anos assistiu ele este ano meu irmão chegou em casa com os três filmes do xixou este filme e ótimo meu estraici fou embora comn ele e demas pena que ele si foi mas e muoto bom bom mesmo que maravilha

danilo disse...

Esse filme e " Um morto muito louco" ótimos filmes...

Anônimo disse...

Gostei bastante. Acho bem interessante a narrativa sobre o modo de vida de cada personagem, mostrando q são bem contraditórios. Pretendo em breve passar a versão 1 para os meus alunos para q eles possam perceber a relação homem e natureza se diferencia conforme a questão cutural de cada povo.