segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Meu passado me condena



Seu passado lhe condena? Pois é, agora você pode compartilhar conosco as travessuras que fazia quando era criança. Sim, a maioria esconde um arsenal de traquinagens e quando lembra cai na gargalhada ou chora de tristeza por ter ficado um ano de castigo e ter apanhado à bessa. Mas, sem avacalhação, sem baixarias e coisas que realmente não cabem a este Blog, por favor. Vale fotos também. Aí vai as primeiras de tantas rebeldias colhidas em algumas comunidades do Orkut:

Email para envio: infancia8090@gmail.com

Sophie - SP
Uma vez, a nossa família foi a um casamento super chique e que exigia trajes de gala. Eu deveria ter uns 2 anos. Na hora da janta eu tirei o bico da minha boca e joguei longe, foi parar dentro do prato de sopa de outro convidado e respingou por tudo, inclusive na roupa dele. Minha mãe não sabia onde enfiar a cara e, de repente, o cara começou a dar risadas e todo mundo o acompanhou.

Robson - SC
Quando eu era pequeno vivia na rua da minha casa com uma turma de amigos que era o terror. Tinha uma casa no final da rua que vivia trocando de inquilinos e um belo dia resolvemos ir lá jogar pedra nas vidraças escondidos atrás do muro da casa da frente. Bem na hora que a minha irmã mais nova chegou eu acertei a janela e o dono veio furioso de dentro pra saber quem foi que quebrou o vidro, coloquei a culpa na minha irmã e quase nos matamos de tanto correr. No meio do caminho ela virou o pé no meio fio da calçada e quebrou e até hoje meus pais não sabem o porque.  



.

Nenhum comentário: