sábado, 16 de maio de 2015

Morre aos 81 anos o ator Elias Gleizer

Uma das figuras mais queridas da TV faleceu hoje aos 81 anos de idade, no hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro, onde estava internado desde 6 de maio. 

O ator nasceu em São Paulo, filho de sapateiro e dona de casa judeus, ambos imigrantes poloneses. Aos 12 anos tocava violino em uma orquestra juvenil amadora, quando foi convidado por um diretor para fazer teatro. Estreou na Tupi em 1959, onde permaneceu até 1978. Seu destaque foi no especial José do Egito.

Na Tupi, ele fez novelas ao vivo, atuou em várias tramas, o que o levou para a Globo em 1984. Em Tieta, de 1989, Elias fez o personagem de um motorista do lendário Marinete, o ônibus que conectava a fictícia cidade Santana do Agreste ao resto do mundo. Em Sonho meu, de 1993, fez o Tio Zé, um velhinho bondoso que adotou uma criança fugitiva de um orfanato. Mais tarde, repetiu o papel em Era uma vez..., de 1998.

Atuou também em Explode Coração, de 1995, em Chiquinha Gonzaga, de 1999, em Terra Nostra, de 1999. Merece um destaque especial em Caminhos das Índias, de 2009, onde fez o Seu Cadore.

E quem lembra da novela Sonho Meu, onde ele atuou como o vovô com Caroline Pavanelli?

Descanse em paz!

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, pois por uma acção do google meu perfil sumiu e estava a seguir o seu blog sem foto e agora tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço
e lhe desejar uma feliz Páscoa.
António Jesus Batalha.