quarta-feira, 7 de abril de 2010

Os 81 anos de carreira do marinheiro Popeye

Popeye é um personagem clássico dos quadrinhos, criado por E. C. Segar em 1929. As tiras de Segar eram denominadas de “Thimble Treatre” e os primeiros personagens eram a Olívia Palito e seu namorado Harold Ham Gravy, narrando várias histórias num estilo teatralizado. Depois a tira passou a ter um caráter de uma comédia-aventura envolvendo Olívia Palito, o seu namorado Harold e o irmão de Olívia chamado Castor, assim como freqüentemente Nana e Cole Palito, os pais de Olívia, também fazendo aparições.


Popeye apareceu pela primeira dentro das tiras de “Thimble Theatre” no dia 17 de janeiro de 1929, como um personagem secundário e aos poucos começou a se tornar popular entre os leitores e assim foi conquistando cada vez mais espaço dentro das histórias em quadrinhos.


No início Olívia Palito não se impressionava tanto assim com Popeye, mas com o decorrer do tempo Olívia foi preferindo namorar Popeye e assim Ham Gray começou a perder espaço e desaparecendo gradativamente, até sumir por completo.


A primeira vez que o marinheiro apareceu na TV foi num desenho da Betty Boop em 1933, animado pelo Fleisher Studios. Logo, ele ganhou seu próprio desenho, alcançando a marca de 109 episódios gravados até 1942, quando a Paramount passou a produzir o desenho até 1956, totalizando 231 episódios. Foi nessa segunda fase que apareceram a Olívia Palito, Brutus, Gugu, Dudu que era o comedor de hambúrger que sempre promete pagar na terça e os sobrinhos do Popeye.
Em 1960, Al Brodax criou uma nova versão para a King Features/Paramount com mais personagens como a Bruxa do Mar e Alice, aquela amiga gigante da Olívia que mais parece um robô. Em 1978, a Hanna Barbera criou o desenho "Popeye, O Caçador de Tesouros". Em 1987, o mesmo estúdio criou o filho do marinheiro, o vovô Popeye e o Jeep-Jeep, uma criatura esquisita com poderes mágicos.



Popeye também teve seu espaço nos cinemas, onde Robin Willians fez o papel principal. Teve suas histórias traduzidas em diversas línguas e contabilizou mais de 600 desenhos animados.

No auge da fama, o personagem conseguiu gerar um aumento de 30% no consumo de espinafre nos EUA. Usando a relação espinafre/força, as mães convenciam seus filhos a comer a verdura. Por outro lado, recebia críticas por estimular psicologicamente o uso da força e o consumo de alimentos enlatados. Ele também ganhou até uma estátua em Cristal City, no Texas e outras cidades americanas. Aqui no Brasil, além de ter seus gibis nas bancas e os desenhos na TV, Popeye foi o primeiro mascote do Flamengo. Seugundo o site Eu Sou Flamengo, a idéia surgiu na década de 40, pelo chargista argentino Lorenzo Mollas, que viu no Popeye a força e a persistência do Flamengo, além da sua óbvia ligação com o mar. No entanto, tal mascote nunca foi muito popular entre a torcida do clube.

Segundo o site IOL Cinema, Popeye vai estar de volta ao cinema e a Sony vai fazer este regresso numa versão 3D através da técnica CGI (Computer Generated-Imagery). A notícia foi adiantada pela Variety que confirma Avi Arad (produtor com a Sony de Homem Aranha) na produção e a possibilidade de Mike Jones para o guião. A multinacional já está produzindo um projeto semelhante com os Estunfes, ou seja, Os Smurfs.

Aí vai algumas imagens legais do personagem:

A primeira e ótima imagem é do grande maquiador Rick Baker:


Na versão Simpson


Logo do Google














Nenhum comentário: