sábado, 5 de setembro de 2009

Meu Primeiro Amor - My Girl (1991)


» Sinopse: Vada, uma garotinha de 11 anos que é obcecada pela morte. Sua mãe morreu e seu pai Harry é um agente funerário. Thomas J. Sennett é o melhor amigo de Vada e sofre de um mal: ser alérgico a tudo. Seu pai, que não lhe dá a devida atenção, apaixona-se pela maquiadora de funerais e, a partir daí, Vada faz de tudo para tentar separá-los.


Muitos discordam do final do filme, assim como eu, mas retrata muito bem a vida real.


Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky) conseguiu se destacar no filme por ter ficado a frente o tempo inteiro, deixando poucos momentos para Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin). Ela é toda angelical, carismática e consegue transmitir sua experiência, apesar da pouca idade.

Macaulay não obteve um bom espaço dentro do longa, mas seu sorriso, gestos e toda forma de expressão fez dele merecedor de outros filmes em destaque. Não tirando também os créditos de Dan Aykroyd, o pai de Vada que se mostra simpático, compreensível e receptivo. A sua futura esposa Shelly (Jamie Lee) não deixa a desejar com seu amor maternal, assim como exigido dentro do longa.

Sem contar com a música que caiu muito bem ao filme: "My Girl" - The Temptations, as cenas maravilhosas e muito bem feitas. Um destaque especial ao beijo que Vada dá em Thomas, sua expressão e olhar fazem valer a pena assistir. Todos os aspectos emocionais, os momentos dolorosos e sentimentos demostrados por Vada no velório de Thomas comove qualquer um, eu mesma choro cada vez que assisto. E o poema que ela diz no velório:

"Salgueiro chorão com lágrima escorrendo
Por quê você chora e fica gemendo?
Será porque ele lhe deixou um dia?
Será porque ficar aqui não mais podia?
Em seus galhos ele se balançava
E ainda espera a alegria que aquele balançar lhe dava
Em sua sombra abrigo ele encontrou
Imagina que seu sorriso jamais se acabou
Salgueiro chorão pare de chorar
Há algo que poderá lhe consolar
Acha que a morte pra sempre os separou?
Mas em seu coração pra sempre ficou."


Por onde anda Anna Chlumsky?


A atriz Anna Chlumsky já era veterana quando viveu a namoradinha de Macaulay Culkin em "Meu Primeiro Amor", de 1991. Desde os 10 meses ela fotografava e fazia comerciais de TV. Em 1992, foi indicada a melhor revelação e melhor dupla (com Culkin) no MTV Awards. Ganhou o prêmio de melhor beijo no mesmo festival. Mas, como acontece com a maioria dos astros mirins, o sucesso precoce acabou sendo um fardo.

"Crianças são levadas ao show business, porque são fofos, brilham. Mas fazem isso para serem aprovados pelos adultos. Querem deixá-los felizes." - disse a atriz, hoje com 28 anos, à CNN.

Por conta disso Anna tentou ao máximo fugir da carreira artística. Fez faculdade de relações internacionais, foi revisora de um guia de restaurantes de Nova York, trabalhou em um museu de Chicago. Foram sete anos sem atuar no cinema e na TV. No máximo, fazia algumas peças de teatro na faculdade. Mas, segundo a atriz, o destino quis que ela voltasse ao antigo caminho.

"Havia vários sinais lançados sobre mim. Vários anjos que eu estava encontrando, me inspirando a voltar ao show business." - afirmou.

Salva por Roberta Flack

Um destes "anjos" foi sua manicure, que também tinha outra cliente famosa: Roberta Flack. Ela resolveu promover um encontro entre a atriz e a cantora. Quando Anna viu Roberta no salão, pensou - "Meu Deus, é Roberta Flack, com os pés mergulhados na bacia! Para minha absoluta surpresa, ela me reconheceu e perguntou o que estava fazendo."

Quando Roberta soube que Anna tinha largado o meio artístico, estimulou a menina a voltar. A partir de então, o primeiro amor de Macaulay Culkin no cinema voltou a se dedicar à dramaturgia. Fez aulas de teatro no Brooklyn, começou a aparecer novamente em filmes e seriados. Voltou com tanta vontade que somente em 2009 participou de seis produções, entre elas o longa "In the loop", que tem no elenco James Gandolfini, da "Família Soprano". Também está em "The Good Guy", com Alexis Bedel de "Gilmore Girls".

"É como respirar de novo. Até mesmo nos piores dias eu estou, sem dúvida, mais feliz fazendo isso do que qualquer outra coisa." - disse Anna, após as filmagens.

Em paz com a carreira, Anna também é feliz na vida amorosa. Ela está casada há cerca de um ano com o militar Shaun So, seu colega na Universidade de Chicago.

Ego - Notícias


.

2 comentários:

Lucas disse...

É uma pena ela não ter seguido com a carreia de atriz [se bem que,com uma carreia tão concorrida e atribulada como é essa...].
Eu gostei muitoooo desse filme,o final foi lindo:poetico e tragico,assim como o primeiro amor [profundo! rs].

Ederson disse...

Sem dúvida o melhor filme da minha infância, é claro que só percebi isso depois de adulto, já o vi milhares de vezes, e por causa dele meu filho se chama Thomas. Gostaria muito de ver uma refilmagem dele.